skip to Main Content
Cuidados Com A Certidão De Batismo

Cuidados com a certidão de batismo

Muitos são os cuidados com a certidão de batismo ao se fazer a solicitação dela, seja diretamente à igreja, seja através de um pesquisador/buscador de documentos profissional.

Muitos podem não saber, mas o ano de 1871 marca uma divisão na Itália quanto ao registro civil: antes desse ano os registros eram feitos por padrão nas igrejas, sendo que depois dessa data, o nascimento ficou obrigatoriamente sob os cuidados dos comuni (prefeituras italianas).

Antes deste ano, em muitas regiões, o nascimento era registrado apenas na Igreja da região de maneira que o italiano não possuiu certidão de nascimento, mas somente o registro de batismo que pode ser certificado através da certidão de batismos e sendo este um documento válido para apresentação no processo de reconhecimento da cidadania italiana.

Contudo, este documento possui alguns detalhes que devem ser observados, sob risco de você perder um bom tempo e dinheiro por ela simplesmente não ser válida! Você sabe o que é necessário? Então confira abaixo:

Assinatura do Padre e Carimbo da Cúria Vescovile na certidão de batismo

Muitos interessados no reconhecimento da cidadania italiana, justamente por não terem familiaridade com os detalhes deste processo, podem acabar sendo prejudicadas por terceiros ou por si mesmas, ao não verificarem os requisitos essenciais da certidão de batismo emitida.

Também não é raro os interessados contratarem pesquisadores não comprometidos com o trabalho correto de obtenção da certidão italiana e enviarem o documento com vícios. Mas qual o problema especificamente?

Bem, inicialmente, a certidão de batismo precisa passar por dois procedimentos para que seja válida para uso:

  • Assinatura do padre – o padre da Igreja onde o documento se localiza deve assinar o documento depois de redigir as informações que estão registradas no livro de batismos daquela igreja específica, como número do registro, folhas, etc.
  • Carimbo da Cúria – após a assinatura do padre ser colocada no documento, a certidão também precisa contar com o carimbo da cúria vescovile, também chamada de cúria diocesana, que nada mais é que a Diocese responsável por aquela igreja. Ou seja, esse carimbo é a validação da assinatura do padre e dos dados contidos no registro.

A cúria é uma sede da Igreja Católica que é responsável pelas Igrejas de uma determinada região. Sem o carimbo da cúria o documento não é válido para o processo de cidadania italiana justamente por não se ter uma certeza quanto à autenticidade da assinatura do padre, bem como quanto à lisura dos dados ali contidos.

Como se trata de um procedimento adicional que gera custos e demanda uma logística trabalhosa, alguns pesquisadores simplesmente ignoram o carimbo, enviando o documento incompleto ao cliente, que por não saber dessa necessidade, nada reclama e segue o processo.

Nós sempre obtemos certidões de batismos completos, com todos os carimbos necessários e procedimentos obrigatórios, de modo que o custo da pesquisa é determinado no início das nossas tratativas de maneira clara e permanece o mesmo até o momento no qual temos acesso físico ao documento completo, com tudo correto.

Afinal de contas, a certidão será utilizada em seu processo de reconhecimento de cidadania italiana e estamos lidando com com documentos e com planejamento de vida, e não vendendo alface, correto?

Back To Top