skip to Main Content
Xuxa Passaporte Italiano

A cidadania italiana de Xuxa e ida para a Itália

Muitos brasileiros não sabiam que Xuxa tem cidadania italiana, mas a notícia da sua ida para a Itália trouxe a curiosidade sobre as origens da rainha dos baixinhos. Neste artigo, vamos resgatar um pouco da história por trás da origem italiana de Xuxa e as dificuldades para o seu reconhecimento como italiana.

Manchete sobre a possível ida de Xuxa para a Itália

A origem de Xuxa

Maria da Graça Xuxa Meneghel, nome verdadeiro de Xuxa, nasceu em Santa Rosa, Rio Grande do Sul, no dia 27 de março de 1963, tendo como pai o senhor Luís Floriano Meneghel (1932–2017).

Xuxa é descendente de imigrantes trentinos provenientes de Imer, na região de Fiera di Primiero, assim como são trentinos também Paula Toller, do Kid Abelha, com ascendentes em Segonzano; Ana Moser, atleta do voleibol, com origem em Piné, e outros expoentes conhecidos da sociedade brasileira.

Imer é um comune com pouco mais que mil habitantes, mais especificamente no Valle di Primiero. Dali, além dos Meneghel vieram muitos imigrantes durante o período da grande diáspora italiana.

De Imer são os Bettega, os Giacomel, os De Sotta, e tantos outros sobrenomes conhecidos no Brasil. Quem visita o cemitério de Imer encontra todos esses nomes, nomes que por sinal figuram no site do Comune como administradores e conselheiros da pequena comunidade que um dia pertenceu ao Império Austríaco.

A cidadania italiana de Xuxa

Xuxa teve sua cidadania reconhecida em 2013 e, caso você tenha reparado e já acompanha um pouco sobre a cidadania italiana, ela é de origem trentina, o que torna o processo de reconhecimento um pouco mais complicado.

O fato de ser de origem trentina torna o processo mais complexo, dado que a possibilidade de reconhecimento da cidadania italiana ocorreu em uma janela temporal específica, e você pode ver melhor do que se trata aqui.

A cidadania italiana de Xuxa foi reconhecida muito rapidamente, mas não se espante, não há nada de errado, isso se deve porque ela contratou um advogado na Itália e já tentava este reconhecimento havia quase quatro anos, segundo sua assessoria de imprensa na época.

No Brasil, a estimativa é de que haja mais de 500 mil interessados nas filas junto aos Consulados, sendo que mais de 50 mil processos são de descendentes de imigrantes de Trento, uma região da Itália que pertenceu ao Império Austro-Húngaro.

A ida para a Itália

A notícia de sua ida para a Itália foi veiculada hoje, mas a região escolhida não seria inicialmente o gélido Trento, mas sim a ensolarada Toscana, terra dos melhores vinhos italianos.

Vale notar que, como diz a lei italiana, é italiano quem é filho de italiano, logo, sua filha Sasha e os seus descendentes terão direito à cidadania italiana, aliás, você já verificou se tem direito à cidadania italiana?

Se você tem um italiano na família, é bem provável que tenha! Não ache que isso é apenas um privilégio dos ricos e famosos.

blank
Back To Top

Siga nosso

Fique por dentro das últimas novidades da cidadania italiana, participe das nossas enquetes e saiba mais sobre a vida na Itália, viagens e Europa em geral.

Send this to a friend