Onde Reconhecer A Cidadania Italiana

Onde reconhecer a cidadania italiana?

O sucesso do reconhecimento da sua cidadania italiana começa exatamente por onde reconhecer a cidadania italiana.

O requerente tem basicamente duas opções: (i) via consulado ou embaixada em país que não seja a Itália ou; (ii) diretamente na Itália.

Vamos a cada uma das possibilidades, com seus prós e contras:

Cidadania italiana via consulado ou embaixada da Itália

Apesar do caos no qual se encontram os consulados da Itália no Brasil, essa realidade é diferente em muitos outros países.

Isso porque muitos países não tiveram a imensa imigração italiana que o Brasil teve como países asiáticos, bem como hoje há países em que não ocorre uma demanda grande pela cidadania italiana, mesmo com grande imigração italiana, como América do Norte.

Além disso, há uma economia tanto de tempo quanto de dinheiro para o requerente, que não precisa viajar à Itália para realizar o reconhecimento da sua cidadania italiana, seja sozinho, seja com assessor.

Quais as condições?

Como de se esperar, fazer o procedimento em um consulado ou embaixada da Itália que não seja no Brasil, onde você provavelmente é residente, não é tão fácil.

Você somente conseguirá fazer o requerimento no consulado da Itália em um terceiro país caso você seja residente permanente nesse país específico, portanto, vistos de estudo de curta duração não são aceitos, mas apenas os de trabalho ou casamento, a depender de país a país.

Fique atento também ao consulado onde reconhecer a cidadania italiana, pois há diferenças entre cada região, mesmo aqui no Brasil.

Cidadania italiana diretamente na Itália

A outra possibilidade, já conhecida por muitos, é fazer o processo diretamente na Itália, seja sozinho, seja com assessoria.

Para reconhecer a cidadania italiana diretamente na Itália, o tempo é menor e há um visto específico caso passem os 90 dias de entrada iniciais, lembrando que para permanecer esses primeiros 90 dias, não há necessidade de visto para os brasileiros.

Nessa opção, o processo dura de dois a três meses após a chegada na Itália, o que costuma ser mais rápido do que via consulado, mesmo nos mais rápidos, mas há os gastos da viagem, ou ainda também com a assessoria contratada.

Caso seja esse seu caso, não deixe de verificar nossa página sobre o serviço que prestamos de assessoria diretamente na Itália.